Palavra:   Ortografia, fonética e fonologia
Lição:   nº 3 Explicação dos conceitos dos textos
Texto:   Ortografia deriva das palavras gregas ortho (ορθο no alfabeto grego) que significa "correcto" e graphos (γραφος) que quer dizer "escrita", ou seja, ortografia é a forma correcta de escrever as palavras. A ortografia é a parte da gramática normativa que ensina a escrever correctamente as palavras de uma língua definindo, nomeadamente, o conjunto de símbolos (letras e sinais diacríticos), a forma como devem ser usados, a pontuação, o uso de maiúsculas, etc.

Apesar de oficialmente sancionada, a ortografia não é mais do que uma tentativa de transcrever os sons de uma determinada língua em símbolos escritos. Esta transcrição é sempre por aproximação e raramente é perfeita e isenta de incoerências.

A Fonética é o ramo da Linguística que estuda a natureza física da produção e da percepção dos sons da fala humana. Subdivide-se em:

Fonética articulatória: estuda como os sons são produzidos, isto é, a posição e a função de cada um dos órgãos do aparelho fonador (língua, lábios, etc.);

Fonética acústica: analisa as características físicas dos sons da fala, ou seja, as ondas mecânicas produzidas;

Fonética auditiva: tem como objetivo o estudo de que maneira é percebida a fala (como a audição distingue os sons).

Fonologia (do Grego phonos = voz/som e logos = palavra/estudo) é o ramo da Linguística que estuda o sistema sonoro de um idioma, do ponto de vista da sua função no sistema de comunicação linguística. Esta é uma área muito relacionada com a Fonética, mas as duas têm focos de estudo diferentes. Enquanto a Fonética estuda a natureza física da produção e da percepção dos sons da fala (chamados de fones), a Fonologia preocupa-se com a maneira como eles se organizam dentro de uma língua, classificando-os em unidades capazes de distinguir significados, chamadas fonemas (ex: prato e trato).

Wikipédia
Ilustração de: Maria josé Jardim
Voz: