Bem vindo

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Visitantes: 1251894
 
 


 

Personalidade que visitaram a Madeira

Foi no século XIX que a Madeira recebeu mais visitas de personalidades ilustres, fruto da promoção que era feita lá fora em relação aos efeitos terapêuticos que o ar da ilha proporcionava, sobretudo, aos doentes com tuberculose.

O gosto pelo exótico, que as paisagens da ilha proporcionavam, era também um atractivo para que grandes personalidades da realeza europeia, investigadores, políticos e cientistas escolhessem a ilha da Madeira para fazer férias.

Segundo o historiador Nélson Veríssimo, no início do século XIX a Madeira recebeu muitos visitantes internacionais, cativados pelas paisagens e pelos bons ares da Madeira. De entre as muitas personalidades, aquele historiador destaca a visita da imperatriz Leopoldina, da Áustria, que ia a caminho do Brasil para casar com D. Pedro, imperador do Brasil e posteriormente Rei de Portugal. Chegou à baía no dia 11 de Setembro de 1817 e ficou hospedada no Palácio de São Lourenço.

Há uma outra figura que marca a história da Madeira. A imperatriz Isabel, mais conhecida por Sissi, do Império Austro-Húngaro, visitou por diversas vezes a Madeira e deixou grandes ligações na ilha. A sua primeira visita foi em Novembro de 1860 e a recepção foi preparada ao pormenor.

A imperatriz da Áustria vinha passar o Inverno à Madeira, alegadamente em consequência do seu estado de saúde. Chegou à Madeira a bordo do navio inglês Victoria e Albert, emprestado pelos Reis de Inglaterra e recebeu ainda a bordo as principais autoridades da Região, ou seja o Bispo, o Governador Civil e o Comandante Militar. Ficou na residência escolhida, a quinta de Mr. Davies, sobre a baía do Funchal, onde actualmente se situa o Pestana Carlton. A 28 de Abril, acompanhada pelo Infante D. Luís, que viera de Lisboa em representação do pai, partiu escoltada pela corveta portuguesa Bartolomeu Dias até Gibraltar e mais dois vapores de guerra ingleses. A Imperatriz Isabel voltou bastantes anos depois à Madeira.

Pela Madeira passaram também, em longas estadias, a Rainha Adelaide de Inglaterra, em 1847; o Príncipe Maximiliano Napoleão, cunhado de Sissi e Duque de Leuchetemberg, em 1850, e o futuro imperador Maximiliano do México e sua mulher, Carlota da Bélgica.

Os Habsburgos haveriam de ficar para sempre ligados à Madeira, ali tendo falecido, no exílio, Carlos de Áustria, o último imperador, em 1922, recentemente beatificado.

Mas uma das visitas que mais marcou a história do Funchal foi certamente a de D. Carlos e Rainha Dona Maria Amélia em 1901.

O Funchal, recebeu ainda o primeiro raid internacional sob o Atlântico sul. O raid ocorreu a 22 de Março de 1921 e a viagem Lisboa-Funchal foi feita pelos pilotos Sacadura Cabral, Gago Coutinho e Ortins Bettencourt.

Vários príncipes, princesas, duques e duquesas europeus foram visitando também a ilha, até que em 1950 o primeiro-ministro britânico Winston Churchill passa férias na Madeira, onde se encanta pelas suas paisagens, em especial Câmara de Lobos.

Em 1958, a Madeira recebe a visita de Carmen Polo de Franco, esposa do ditador espanhol Franco.

Mais tarde, em 1986 o Funchal recebe em visita oficial o Rei Carlos Gustav XVI e a Rainha Sílvia da Suécia. O príncipe Alberto do Mónaco visita a Madeira em 1985 e em 1993 a sua irmã, a princesa Stefanie fica a conhecer as paisagens da ilha. O príncipe da Arábia Saudita e a sua família visitam a Região por duas vezes, uma em 1993 e a segunda três anos depois.

Mas, a grande visita foi sem sombra de dúvidas a do Papa João Paulo II, a 12 de Maio de 1991, que durante esse dia celebrou uma missa no Estádio dos Barreiros e ainda visitou a Sé do Funchal, partindo na parte da tarde para Fátima.

Ao nível de presidentes da República Portuguesa, todos visitaram a Região Autónoma a começar com Ramalho Eanes, Mário Soares, Jorge Sampaio e Cavaco Silva.

Por esta breve referência às personalidades que já passaram pela ilha, dá para perceber que a Região agrada não só à nobreza, mas também a políticos, artistas e investigadores.

A visita dos Reis de Espanha em 2009, integrará certamente a lista de grandes personalidades que estiveram na ilha, sendo mais um marco para recordar na história da Região Autónoma da Madeira.

Os Reis de Espanha, Juan Carlos D. Sofia, visitaram também o Porto Santo, outra ilha do arquipélago madeirense e onde viveu o mais famoso de todos os navegadores, o português Cristóvão Colombo que descobriu a América.

Lista de hóspedes ilustres do Reid’s Palace com 78 nomes


O hotel Reid’s Palace é conhecido pela sua história, mas também pelos hóspedes ilustres que lá ficaram. Só na lista de hóspedes VIP constam 78 nomes, desde 1894 até este ano. É impossível destacar todos, mas foram muitos os aristocratas das mais variadas casas europeias, mas também da Arábia Saudita que naquele hotel ficaram hospedados. Um dos hóspedes mais conhecidos foi o primeiro-ministro britânico, Winston Churchill e a sua esposa, em 1950. Os seus netos também já lá ficaram, em 1999. Mas na lista consta ainda artistas como a cantora de ópera inglesa, Kiri Te Kanawa, em 2000. A rainha Sílvia da Suécia ficou no hotel decorria o ano de 2002 e no mesmo ano o prémio Nóbel da Literatura, Imre Kertész, visitou a Madeira e escolheu aquele hotel histórico para pernoitar.

Conhecida pela “dama de ferro”, Margaret Thacher visitou a ilha em 2001 e ficou no Reid’s Palace, apesar de já ter ficado no Savoy outra unidade hoteleira que também recebe personalidades de destaque. Nesse mesmo ano, José Maria Aznar fica no Reid’s, o mesmo acontece com os Duques de Bragança D. Duarte e D. Isabel. O escritor John le Carré ficou também hospedado naquele hotel este ano.

Jornal Da Madeira 30/ Julho/2009

 
Colabore com o Ama-lingua:  Email
 

St Michaels Federal | Abel´s Family Cleaning | Gilberts Jewelers | Larnet | Eduardo Costa | Júlio Silva Castro |