Bem vindo

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Visitantes: 1266733
 
 


 

Bordados da Madeira

Entre agulhas e tecido as mulheres da Madeira entrelaçam a maior beleza que esta ilha produz. Sai das mãos delas e do linho, o bordado em peças de arte que encantam de forma extraordinária qualquer apreciador da cor, da forma, da luz e do sumptuoso objecto que cada uma bordou à luz de velas, de candeeiros a petróleo e nos quintais das casas onde trocavam as “ bilhardices “ do dia a dia.

Hoje já nas fábricas tudo é diferente. O processo industrial evoluiu e as bordadeiras assumem uma postura operária.

O bordado entre nós apareceu por volta do século XIX sob influência inglesa.

“Em Junho de 1850, o bordado Madeira apareceu como novidade ao público, na Exposição da Indústria Madeirense, e teve a sua primeira apresentação no estrangeiro quando um ano mais tarde, e a convite da rainha Vitória, a ilha da Madeira esteve representada em Londres numa exposição de indústrias diversas”.

O impulso dado à indústria do bordado, ficou a dever-se a Miss Phelps, filha de um comerciante Inglês residente no Funchal.

Por volta de 1860, o bordado já era uma autêntica indústria. Por toda a ilha já se contava com milhares de bordadeiras. Só vinte anos mais tarde é que este bordado chegou à Alemanha e então alguns comerciantes alemães vieram estabelecer-se no Funchal.

Em 1900, começou a ser feita a industrialização com destino à América, feita por sírios ali estabelecidos”.

O bordado da Madeira sofre algumas influências; não só das rendas inglesa, de Milão, Burano e Burges como recebeu do bordado renascença, richelieu e do veneziano.

Esta influência levou à constituição de outro tipo de bordado madeira, muito semelhante a uma renda pesada, muito mais rico e decorativo”.

»» Imagens de Bordados

»» Desenho do Bordado

»» Tapeçaria Bordada

 
Colabore com o Ama-lingua:  Email
 

St Michaels Federal | Abel´s Family Cleaning | Gilberts Jewelers | Larnet | Eduardo Costa | Júlio Silva Castro |